Ir direto para menu de acessibilidade.
Portal do Governo Brasileiro
Página inicial > Últimas Notícias > Operação Mantiqueira
Início do conteúdo da página

Operação Mantiqueira

Publicado: Segunda, 23 de Novembro de 2020, 14h52 | Última atualização em Sexta, 29 de Janeiro de 2021, 16h54

Exercício do Curso de Forças Especiais é realizado no Vale do Paraíba

imagem sem descrição.

Piquete (SP) – De 6 a 21 de novembro, os alunos do Curso de Forças Especiais 2020 participaram de um exercício de operações contra forças irregulares, denominado “Operação Mantiqueira”. A atividade, que envolveu cerca de 200 militares, sendo 19 instruendos, foi realizada nos municípios paulistas de Lorena e Piquete. O exercício foi o último de uma série de três grandes exercícios integradores que ocorrem durante a formação dos alunos, a qual dura 24 semanas. A operação possibilitou que eles aplicassem os conhecimentos ensinados durante todo o curso.

Para viabilizar a atividade, o Centro de Instrução de Operações Especiais (CIOpEsp) contou com o apoio direto de sete Organizações Militares: Batalhão de Apoio às Operações Especiais, 1º Batalhão Ações de Comandos, 1º Batalhão de Operações Psicológicas, 1º Batalhão de Aviação do Exército, 5º Batalhão de Infantaria Leve, 6º Batalhão de Infantaria Leve e 1º Esquadrão de Cavalaria Leve.

Houve também o apoio do Comando Militar do Leste em instruções cujos objetivos eram desenvolver capacidades específicas para um bom relacionamento com a imprensa (media training) e mostrar as melhores práticas de cerimonial e protocolo de eventos que envolvam autoridades civis e militares. No exercício, os alunos executaram ações práticas de Comunicação Social similares às que podem surgir em contextos reais de operação e emprego militar.

Dentre os diversos meios, foram utilizadas na operação uma aeronave HM-4 Jaguar e uma aeronave HA-1 Fennec, além de duas viaturas de comando e controle, nove motocicletas, nove viaturas de transporte de pessoal e material (5 ton), sete viaturas táticas leve, dois ônibus, dois caminhões do tipo baú, duas vans e uma ambulância. Na ocasião, os alunos agiram em um ambiente interagências com tropas de diferentes naturezas, buscando a pacificação de uma área do cenário simulado. Para isso, eles tiveram a oportunidade de atuar na instalação e execução de postos de bloqueio e controle de estradas e vias urbanas, patrulhamentos ostensivos, missões de cerco, de captura, operações de combate (tipo polícia) bem como atividade de Cooperação Civil-Militar.

Ações cívico-sociais em Piquete

No dia 12 novembro, os alunos reuniram-se com autoridades dos Poderes Executivo e Legislativo municipais, bem como com representantes de órgãos de segurança pública. A atividade supervisionada pela equipe de instrução do CIOpEsp teve o objetivo de desenvolver as capacidades de articulação e negociação dos alunos, servindo também para apresentar informações acerca do exercício e definir ações cívico-sociais reais para beneficiar a população local.

Nesse sentido, foi promovida uma campanha de conscientização sobre os cuidados para evitar a contaminação e proliferação do Covid-19 na cidade, utilizando carro de som e emissora de rádio FM, e efetuadas visitas médicas em bairros carentes de atendimento de saúde.

Texto: 1º Ten Rodrigues (Cmdo CML)   Fotos: Sd Pegado

registrado em:
Fim do conteúdo da página